Random cat.


Amizade.
August 15, 2006, 1:39 pm
Filed under: Uncategorized

In portuguese coz i’m in a hurry.

Estou de saida. Para pardes de coura. Jah devia ter ido ha dois dias atrás, mas uma discução intensa com uma pessoa muito especial nao me “deixou” ir.

Nao posso dizer que a vida me corra bem. Têm sido dias dificies e precisava muitio o apoio da tal pessoa especial, coisa que nao tive. Sempre estive “lá” para ela (ou tentei), e desta vez era eu que precisava da paciencia, do tempo e do esforço dela, e a unica coisa que vi foi um virar de costas, porque ela “precisa de estar sozinha”.

Fiquei no Porto porque queria resolver as coisas com esta pessoa, e porque nao estava em condicoes de ir. Porque sabia que ia estar com a cabeça aqui. Porque sabia que ia estar com essa pessoa e resolver as coisas entre nós, e que isso iria valer a pena o facto de ter ficado. Enganei-me, ela nao me quer ver. Nao tem tempo. “Hoje não dá”. Nao lhe apetece.

E quando isto acontece? Quem jah passou por isto sabe a angustia de precisar do apoio de alguem para quem sempre estivemos “lá”, e essa pessoa nos virar as costas. Quando “todo o mundo está contra nós”, quando tudo corre mal, é essa pessoa que nós contamos que esteja ao nosso lado incondicionalmente, pelo que á fizemos por ela e pela amizade que ela diz sentir. Essa é a ultima pessoa que pensamos que nos vai virar as costas. Mas, as vezes, é a primeira.

Quando isto acontece aparecem pessoas como:

Pipa

pipa

ou

Mariana

(tirada na praia, de noite, lamento a falta de luz, podem ve-la aqui tambem =P)

Como estava a dizer, quando isto acontece aparecem pessoas como estas duas raparigas, que pegam em nos e “tratam” de nós. Que passam a puta do dia inteiro conosco, que nos ouvem ou que nos distraem, e que nos conseguem fazer sorrir, mesmo cheios de problemas. Sentar na areia a ver o mar, e quando damos por isso é noite completa, e jah se passaram duas horas.

Ou entao pessoas como as que foram para o festival, que a todo o dia e a toda a hora mandam mensagem a insistir para ir. Varias pessoas, algumas que ate nem tava a espera. E fazem-nos pensar. Fazem-nos ficar como que “emocionado”, por saber que afinal a vida nao corre assim tao mal, porque nem toda a gente nos vira as costas, que há pessoas que se preocupam. E mostram isso.

Por isso estou de saida, agora. Para ir ter com eles. Porque neste momento são eles que me merecem.

Todos nós precisamos de tempo sozinhos, tempo conosco. Em que temos de nos dar atenção de modo a poder dar atencao aos outros. De nos curar, de modo a curar os outros. Mas nada justifica um virar de costas.

A pessoa que me fez isto nao deixa de ser alguem especial. Nao posso dizer que “é uma amiga com quem posso sempre contar”, mas continua a ser alguem especial. E se, neste momento ela precisa de estar sozinha, entao seja, esteja! Que se cure (no bom sentido da palavra) entao, para depois me puder dar entao atencao, se ainda for esse o seu desejo. Se sentir a minha falta e achar que sou uma peça importante na vida dela.

Mas gestos destes magoam.

“O Guerreiro sabe que nenhum homem é uma ilha. Não pode lutar sozinho; seja qual for o seu plano, depende de outras pessoas. Precisa discutir a sua estrategia, pedir ajuda, e – nos momentos de descanço – ter algem a quem contar historias de combate ao redor da fogueira.”

“Ele sabe que as batalhas que travou no passado acabaram sempre por lhe ensinar alguma coisa. Entretanto, muitos destes ensinamentos fizeram o guerreiro sofrer para além do necessário. Mais de uma vez ele perdeu o seu tempo lutando por uma mentira. E sofreu por pessoas que nao estavam a altura do seu amor. Os vencedores nao repetem o mesmo erro. Por isso, o guerreiro só arrisca o seu coração por algo que valha a pena.”

Ela vale a pena.

Fui.
Fui, e, para variar, nao levo telemoveis. Nem sequer avisei o pessoal que ia. Nao preciso, sao meus Amigos, recebem me SEMPRE de braços abertos, no matter what. Com esses eu posso sempre contar.

Morrissey- 

As I live and breathe
You have killed me
You have killed me
Yes I walk around somehow
But you have killed me
You have killed me.

Advertisements

7 Comments so far
Leave a comment

grandes fotografias! e uma modelo bem bonita! 🙂

Comment by joao

Godspeed my friend..
Godspeed..

May the force be with you young grasshoper 😛

Comment by flipado

Cresce!

Comment by ...

RESPOSTA AO COMENTARIO ANTERIOR.

Hummm… Vai pa puta que te pariu.

E sim, eh assim que comeco este e-mail. Nem sequer sei se es um desconhecido ou um amigo do peito, mas nao importa quem quer que sejas, a mensagem de anterior e postrior a este paragrafo aplica-se a qualquer um dos casos.

Acabei de trabalhar 13horas seguidas (e dormi so 3 horas na noite anterior), e nao estou com paciecia para comentarios anonimos. Sabes…. eu tenho uma pagina, alias, duas, em que exibo trabalhos meus, nomeadamente fotografia. Um deles eh o deviantArt (http://miauzz.deviantart.com) e o outro o Flickr (http://filckr.com/photos/miauzz). Se quiseres visitar e comentar algum dos trabalhos, go ahead. Desde que seja um comentario com fundamento eu nao me importo que “descasques” na fotografia de cima a baixo, que digas mal e que manifestes a tua opiniao à vontade. Podes dizer que a fotografia eh uma merda, o que for. Eh para isso que eu mostro o meu trabalho. Para receber criticas/comentarios, sejam eles bons ou maus. E para tirar desses comentarios o que eu achar que me possa fazer evoluir.

Quanto ao meu blog, nao funicona da mesma maneira. Sim, eu exponho a minha vida – ou antes, o que quero expor – porque me dá na real gana, porque me apetece, porque sou desocupado e nao tenho nada para fazer (pleonasmo propositado), porque sou um coitadinho que precisa de atencao, seja o que for. Nao o faço para receber criticas/comentarios, MUITO menos de pessoas que nao se identificam. Se eu quiser que critiquem a minha vida vou pa um reallity show, ou qualquer coisa parecida com isso. E, se nao tens a coragem para dar a cara, entao pensa lah quem eh que deve crescer…

Sim, hei-de crescer. Ao meu ritmo, ao meu tempo. Por isso se leste e nao gostaste fecha a pagina. Facil! Ou entao identifica-te, de modo a podermos trocar pontos de vista.

Espero ao menos que tenhas tido a coragem/decencia de ter dado um mail verdadeiro, mas pelo sim e pelo nao, vou postar isto no meu blog tambem.

PS- quanto ao que escreveste no outro post, o das fotos de PdC, pah, como te disse trabalhei 13h seguidas e nao tou com paciencia para charadas… Ainda devo ser muito novo..

Comment by miauzz

Como te disse no dev, tenho andado a dar uma espreitadela ao teu blog.
Este post fez-me parar, porque há algum tempo atrás aconteceu-me algo idêntico.
Há momentos na nossa vida em que tudo parece estar mal ao mesmo tempo, o nosso mundo parece recheado de brechas e preste a desfazer-se, a correr como areia livre entre os nossos dedos.
Nessas alturas, esperamos, como tu bem disseste, que a “pessoa especial” nos abrace, nos ouça, não diga nada ou diga tudo.Afinal foi o que nós fizemos, ou tentamos fazer, todas as outras vezes.
E também no fundo foi o que a pessoa foi fazendo, em situações menos boas.
Mas de repente a bomba explode do nosso lado…”lamento, mas estou farto de pessoas com problemas”.
Como reagir a isso?!Não é fácil…mas tal como tu, tive a igual sorte de existirem outras pessoas que me abraçaram e apoiaram.
A pessoa especial…bem, tempos depois tivemos uma longa conversa sobre o assunto. Ele explicou-me muitas coisas.Algumas percebi, outras nem tanto.
Mas nada paga o ele não ter estado lá…
Enfim..desculpa-me o desabafo gatinho.
Beijoo.

Comment by grilla

🙂 desabafa a vontade grila 🙂 e agora toca a sorrir que o proximo post que ai vem eh de festa 😀

Comment by miauzz

Isto é estranho, andei à deriva na net à procura de uma banda, Madrugada..e por um acaso do destino chego até ao teu blog.Não me conheces, nem eu faço ideia de quem sejas.Sou do centro e ao q me parece és do norte.Tem mais de um ano o teu post, mas não consigo deixar de ter um pensamento “percebo perfeitamente o q estas a dizer”, tlvz por me ter acontecido uma..ou mesmo várias situações do genero da q reportas no teu post..engraçado..mas eu não consegui ter a mesma força que tu..acabei por fazer pior que isso…mas são escolhas..já dizia o outro. Mas tais escolhas, que eu assumo…mas sinto, ou senti o mesmo que tu, essa pessoa “especial” que nós esperamos sempre mas sempre ser a ultima a nos magoar, is in fact, the only one who has the full access to our heart and the power (that we granted)to smash it with their figertips..and reduce it to almost nothing…bem, um bocado drama queen não? 🙂 o bom de tudo é tb o poder que tenho para sorrir..espero q passado mais de um ano, tudo esteja como deve estar…peace. É verdade..tb adoro fotografia, disseram-me até que levava jeito..mas a minha quimica é a minha paixão..hummm

Comment by Filipa




Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s



%d bloggers like this: